Preservar o meio ambiente também faz parte da nossa evolução. Clique aqui e descubra as várias maneiras que podemos preservar o nosso planeta e as ações que o Clube Náutico Alvorada – Lagoa Silvana promove para contrubuir com o meio ambiente.

Preservar para evoluir
O mundo inteiro volta seus olhares para o meio ambiente no dia 05 de junho. A data, instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1972, chama a atenção para a necessidade de conscientização e preservação ambiental. O Dia Internacional do Meio Ambiente não pode ser uma data isolada de reflexão e algumas ações estratégicas. Precisamos fazer da responsabilidade com o meio ambiente um compromisso a ser honrado dia após dia.
Para o Clube Náutico Alvorada, a evolução pressupõe preservação. Nossas ações nesse sentido acontecem o ano inteiro. Temos consciência de que os recursos naturais dos quais dispomos são inúmeros, mas não inesgotáveis. Por isso, precisamos usá-los sabiamente. Além disso, temos que ser proativos. É incansável a busca do CNA pela manutenção da biodiversidade. Mantemos uma intensa fiscalização que visa coibir qualquer ação irregular, tanto nas dependências do clube quanto em toda a extensão da Lagoa Silvana. E temos a alegria de ter em nossos sócios importantes aliados nessa busca pela manutenção de nossa beleza natural. O CNA se preocupa também com a destinação dos resíduos produzidos, disponibilizando inúmeras lixeiras de coleta seletiva, estrategicamente posicionadas, além de manter um constante projeto de reflorestamento.

O que podemos fazer pelo planeta
Compreender que é fundamental que comunidades e indivíduos mudem suas atitudes em relação ao uso dos recursos e das questões ambientais é o primeiro passo para revertermos o acelerado processo de degradação de nosso planeta. No Dia do Meio Ambiente de 2010, queremos chamar a atenção dos nossos associados e selar um compromisso de mudança de postura. Vamos transformar nossas ações e pensar que, se cada um fizer a sua parte, podemos melhorar a nossa vida no planeta. Com pequenas ações, chegamos a grandes resultados. Não precisamos ficar esperando os governos. Mudando nossa postura em casa, no trabalho, estamos efetivamente contribuindo para um mundo melhor para nossa geração e as gerações futuras. Cada um de nós pode e deve fazer sua parte para salvar o nosso planeta. Afinal, a Terra é nossa moradia, nossa casa comum. Nela vivemos e nela viverão nossos filhos. Não é justo entregar a eles uma casa em ruínas, não é mesmo? O futuro do planeta está em nossas mãos. Por isso, vamos começar já.